Bota a gente no zoológico

1.5.2013

Que passa, contigo, amigo?

Chega de se machucar

Ficar se machucando

Não adianta, não ajuda

Nem que a culpa fosse sua

Nem que a merda fosse nossa

Nem que a bosta fosse essa

 

Que passa, contigo, amigo?

Não basta correr perigo?

Perigo excita, te anima, te eleva

Nem que a mula fosse a égua

Nem que a régua fosse torta

Nem que a porta fosse a fresta

 

Perigo será só

O homem sobreviver, ou até...

Morrer em paz

E aquele desassossego

E o frio na espinha

E o arrepio que mete medo

Que ninguém me venha lá do futuro só pra me contar segredos

Que não sejam meus dedos a conta precisa da minha mão

 

Que passa, querido, queridão?

Na raça não vai dar, não

Que a raça é linda, procria, prospera

Nem que Darwin fosse a neta

Da macaca tava certa

Tocando meu violão

Please reload

Please reload